Artigos

Helicóptero Sob IMC – Inadvertido ou Não, Voe Seguro!

RESUMO: O objetivo deste trabalho é analisar o que é feito hoje em termos de treinamento para o voo sob IFR (Instrument Flight Rules – Regras de Voo por Instrumentos) e apresentar propostas para o treinamento visando o voo sob IMC (Instrument Meteorological Conditions – Condições Meteorológicas Instrumento), especialmente para o chamado IIMC (Inadvertent IMC – IMC Inadvertido). Ao final será discutido, também, o enfoque recomendado para as 10 horas de treinamento IFR que a ANAC passará a exigir para a formação do PCH (Piloto Comercial de Helicóptero).

Este estudo foi elaborado com base em pesquisa e análise de acidentes que tiveram entre seus fatores contribuintes a deficiência na condução do voo sob condições IMC ou voo em ambiente visual degradado (DVE – Degraded Visual Environment); e na experiência sedimentada na EFAI – Escola de Aviação Civil Ltda. na formação de pilotos para a habilitação ao voo IFRH (Habilitação para voo por instrumentos em helicópteros).

Como forma de dar suporte à discussão, é apresentada uma breve descrição do Sistema de Orientação Espacial do ser humano e de suas limitações ao perder as referências de posicionamento vindas do sistema visual. Neste tópico são apresentados, ainda, os tipos de desorientação espacial, classificados segundo o grau de consciência situacional do piloto para com o problema e sua habilidade em agir nos comandos de forma a solucioná-lo.

A análise do treinamento parte do que é praticado hoje, com foco no voo sob IFR, e prossegue com a proposta do que deve ser praticado visando o voo sob IMC. No desenvolvimento deste tópico, são apresentadas as barreiras de prevenção à disposição dos pilotos, quais sejam: Planejamento, Decisão e Habilidades de Pilotagem para o voo sem referências visuais externas, com ênfase nesta última.

O treinamento das habilidades de pilotagem deve focar a sobrevivência em ambiente IMC, mais do que o voo sob IFR. Em meio às orientações para a sobrevivência sob tais condições, são apresentados os 4C, mnemônico para as ações que o piloto deve adotar ao perder as referências visuais com o terreno. O primeiro “C” (Control – Controle) é a base para os demais e deve ser treinado, principalmente, por meio da prática de recuperação de atitudes anormais.

Espera-se com esse trabalho reforçar a importância do efetivo e adequado treinamento como forma de se prevenir acidentes envolvendo o voo sob condições meteorológicas adversas. Ao identificar os fatores contribuintes presentes em um acidente e liga-los a ações mitigadoras adequadas, praticáveis e aceitáveis, estaremos cumprindo o fundamental papel da investigação, qual seja, extrair do acidente investigado os ensinamentos necessários para prevenir sua reincidência.

PALAVRAS-CHAVE: IFR, IMC, IIMC, UIMC, TREINAMENTO

Consulta ANAC

Habilitação
Aeronavegabilidade
×

Pergunta

×

Depoimento

×